Haddad lança programa “Na Mesma Mesa” para incentivar alimentação saudável nas escolas

Compartilhar

A Prefeitura de São Paulo lançou na tarde desta quarta-feira (1º) o programa “Na Mesma Mesa”, que promoverá hábitos alimentares saudáveis nas escolas municipais a partir de uma interação mais próxima entre alunos e professores no momento da refeição. 

O objetivo da iniciativa, que foi apresentada em evento no Centro Educacional Unificado (CEU) Butantã, é que, ao fazer as refeições ao lado dos professores, os alunos aprendam a importância da alimentação saudável e levem as práticas para dentro de suas casas.

“Na refeição, não tem professor, aluno ou funcionário. Estarão todos em volta de uma mesa, se alimentando e olhando um para o outro, trocando experiências. Ali se educa tanto quanto na sala de aula. É um momento rico do dia e que ficará muito mais enriquecido, colocando professores e alunos sentados frente a frente”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.

“Nosso sonho é que isso chegue nas famílias, fazendo com que aos alunos e professores na escola tenham uma alimentação mais saudável e essas crianças possam chegar em casa e ajudar a mãe e o pai a mudarem seus padrões de alimentação. Alimentar é compartilhar”, disse o secretário municipal da Educação, Gabriel Chalita.

As unidades escolares interessadas devem apresentar projetos envolvendo hábitos alimentares saudáveis, com cronogramas de refeições conjuntas envolvendo alunos e professores. Os projetos deverão ser aprovados pelas Diretorias Regionais de Educação (DREs). 

A interação pretendida não seria possível sem o lançamento do programa, porque os professores recebem vale-refeição e não é permitida a alimentação na escola. A participação da unidade educacional no “Na Mesma Mesa” não irá interferir no pagamento do benefício aos educadores.

“No programa, reconhecemos e reforçamos mais uma vez o papel do professor. Professor não é dador de aula, é gestor de sonhos, é fundador de mundos e referência no espaço que habita. Portanto, quando ele compõe com seus alunos a mesa de refeição, isso traz uma forma de construção diferenciada”, disse a secretária-adjunta da Educação, Emília Cipriano.

O programa se soma a outras ações tomadas pela Prefeitura na melhoria da alimentação escolar desde o início da gestão, como o aumento, de 1% em 2012 para 23% neste ano, do percentual de recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) investidos em produtos de agricultura familiar. 

"Estamos reduzindo produtos alimentícios e trocando-os por alimentos integrais. Por exemplo, está acontecendo a substituição dos bolos, que faziam os lanches das crianças, por frutas, o que nos coloca em um patamar mais elevado que o preconizado pelo Pnae”, afirmou a diretora do Departamento de Alimentação Escolar (DAE), Erika Fischer.

A primeira-dama e coordenadora do programa São Paulo Carinhosa, Ana Estela Haddad, também participou do evento.

Parceria
Além do lançamento do programa “Na Mesma Mesa”, a Secretaria Municipal da Educação assinou ainda um convênio com a Nestlé para aplicação do programa “Nutrir Crianças Saudáveis”. A iniciativa promove hábitos alimentares saudáveis e atividade física para crianças em idade escolar, capacitando educadores desde 1999.

No período, mais de 19 mil profissionais de 7 mil escolas foram capacitados em todo Brasil, impactando na formação de mais de 2 milhões de crianças. 

“Vamos compartilhar tecnologia social para incluir o tema no dia a dia das escolas, transformando a hora da educação em um momento para educar”, afirmou o presidente da Nestlé, Juan Carlos Marroquin.

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais