Unidades móveis da Rede Hora Certa já realizaram meio milhão de exames de apoio diagnóstico

Compartilhar

Em funcionamento desde 2013, as unidades móveis da Rede Hora Certa já realizaram mais de 500 mil exames de diagnóstico. O anúncio foi realizado pela Secretaria Municipal da Saúde na manhã desta quinta-feira (10), durante visita do prefeito Fernando Haddad à Rede Hora Certa Móvel Vila Carrão, unidade na zona leste da capital em funcionamento desde julho deste ano.


"Até o final do ano que vem nós teremos 20 Hospitais Dia Rede Hora Certa fixos. Neste ano nós vamos terminar com 15 [unidades]. Devemos ainda ter outras 10 unidades móveis para cobrir todo o território da cidade. Com isso a gente está reduzindo a fila de exames. Alguns exames a gente quase já zerou fila", afirmou o Haddad. 


Em junho de 2015, somente o projeto das unidades móveis atingiu a produção de 500 mil exames. Se considerarmos, no entanto, todos os processos SUS destas unidades, já foram realizados mais de 1,6 milhões de procedimentos entre consultas médicas, de enfermagem e os exames de apoio diagnóstico.


"Nós já reduzimos em 97% a fila da colonoscopia, que é um exame muito difícil de fazer. [A redução da fila da] endoscopia foi de 72%. Isso graças a essa estrutura que o prefeito Haddad criou, de arena móvel com médicos fazendo exame", completou o secretário municipal da Saúde, Alexandre Padilha. 


As filas de espera desses procedimentos tiveram queda bastante expressiva na cidade. Dos 4.785 pacientes em fila de espera para a realização de colonoscopia, por exemplo, restam apenas 131. Na endoscopia eram 29.934 pacientes em fila de espera e, atualmente, são 8.318.


Desde o começo do projeto, os Hospitais Dia Móvel - como também são chamadas as unidades móveis - já estiveram em 13 subprefeituras. Atualmente cinco delas estão em funcionamento em bairros diversos da cidade, sendo uma em Santo Amaro, na zona sul; outra no Tucuruvi, na zona norte; uma na Lapa, zona oeste; e outras duas na zona leste, sendo uma em Itaquera e outra na Vila Carrão - esta última permanecerá no bairro até a entrega de um Hospital Dia Rede Hora Certa na mesma região.


De acordo com o prefeito, o projeto executivo da unidade, cujo prédio foi desapropriado pela Prefeitura, deve ser concluído em novembro deste ano. As obras deverão ser concluídas entre seis e oito meses a partir do seu início.   


As unidades móveis da Rede Hora Certa são responsáveis pela oferta de exames de apoio diagnóstico tais como ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia, nasofibroscopia, eletroneurografia e ecocardiograma, cujos laudos são emitidos imediatamente após a realização dos exames. Durante a atual gestão, outros oito Hospitais Dia da Rede Hora Certa já foram entregues nos seguintes bairros: Ipiranga, Freguesia do Ó/Brasilândia, Penha, Lapa, São Miguel Paulista, Itaim Paulista e M’Boi Mirim I e II.


Criada pela Prefeitura em 2013, a Rede Hora Certa disponibiliza serviços de saúde especializados destinados à redução do tempo de espera e à qualificação do atendimento. Os hospitais reúnem, em um único local, médicos e exames especializados e centros cirúrgicos ambulatorial para a realização de pequenas cirurgias eletivas. A ideia é de que a rede funcione junto ao modelo hospitalar convencional, contribuindo no desafogamento dos hospitais gerais.


Durante a visita, o Haddad destacou que a administração focará a partir de agora na redução das filas de cirurgias eletivas. "A nossa meta é agora entrar 2016 com todos os centros cirúrgicos que nós entregamos operacionais, com anestesista, com agendamento de cirurgias eletivas que estão há muito tempo aguardando atendimento. Nós vamos mobilizar toda essa rede agora para enfrentar um novo desafio, que é a última etapa da implementação da Rede Hora Certa na cidade. Tivemos uma melhora muito grande no que diz respeito às consultas e os exames foi [a etapa] que mais avançou. Agora é a vez da cirurgia. Vai ser uma mudança importante no SUS da cidade", disse.


Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais