Haddad é destaque na imprensa internacional

Compartilhar

 

As ações pioneiras de melhoria da vida urbana implantadas pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), estão em evidência na imprensa internacional. No domingo (4), o jornal “The New York Times” e o periódico espanhol “El Pais” deram destaque aos projetos de mobilidade urbana postas em prática pelo petista.

Para o jornal americano, Haddad tem feito um verdadeiro “tratamento de choque” para solucionar o problema dos congestionamentos na capital paulista, como a construção de centenas de quilômetros de ciclovias por toda a cidade.

A constatação do “The New York Times” vem logo no título, no qual enfatiza que mesmo enfrentando resistência, Haddad tem se esforçado para amenizar engarrafamentos na megalópole brasileira.

O prefeito, segundo a publicação, tem conseguido algo que era considerado impossível em São Paulo: “desafiar a supremacia do automóvel”.

Em entrevista ao jornal “El Pais”, Haddad reforça que as medidas adotadas para aliviar o trânsito da capital paulista têm mostrado efeito, como a diminuição das mortes.

“A oposição em São Paulo está jogando no obscurantismo. A ponto de chamar um ciclista de comunista”, comentou o prefeito ao jornal.

A diminuição no número de acidentes e fatalidades no trânsito, após a medida de redução da velocidade em algumas vias da cidade, também foi destacado pelo “The New York Times”.

De acordo com o jornal, o petista apontou as estatísticas recentes que comprovam que as fatalidades no trânsito diminuíram 18,5% nos primeiros seis meses do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

“Haddad ainda argumentou que motoristas também foram beneficiados por suas políticas de mobilidade, além dos ciclistas, usuários de transporte público e pedestres”, acrescentou o periódico americano.

Ao jornal “El Pais”, o prefeito destacou a melhoria na qualidade dos ônibus, com 380 quilômetros de faixa para os coletivos.

“Mas falta metrô na cidade de São Paulo. O ônibus não consegue fazer aquilo que tem que ser feito pelo metrô. E não tem expansão do metrô. Estamos pegando o transporte de média capacidade e usando para o transporte de alta capacidade. O papel da prefeitura é melhorar o transporte público sobre pneus. Está melhorando”, enfatizou.

Confira a reportagem do “The New York Times” e a entrevista ao “El Pais”, na íntegra.

Fonte: Agência PT de Notícias

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais