Filósofo e educador Mario Sergio Cortella recebe título de Cidadão Paulistano

Compartilhar

Na noite desta segunda-feira (19), a Câmara Municipal de São Paulo entregou o titulo de cidadão paulistano ao educador e filósofo, Mário Sérgio Cortella. Com plenário lotado, o ato contou com a presença de lideranças políticas, ativistas da educação, amigos e familiares.

Autor do projeto que culminou na homenagem, o vereador Alfredo Alves Cavalcante, o Alfredinho, disse em sua explanação que Cortella é importante para a educação, não somente paulistana, mas sobretudo do país. “A homenagem é justa a alguém que fez muito, não só pela cidade de São Paulo, mas a educação do país”, disse o vereador propositor.

Com mais de 17 livros publicados, Cortella já ocupou o cargo de Secretário Municipal de Educação da cidade de São Paulo entre 1991 e 1992.

Em sua fala, o filosofo ressaltou sua dedicação pela cidade de São Paulo e demonstrou o desejo de repartir a homenagem aos amigos, alunos e a sua família que ali estavam. “Tenho, sim, me dedicado a está cidade e sou por ela acolhido e esse acolhimento irá representar aqui. Acho que juntos, outros homens e mulheres, que não nascemos em São Paulo, como a professora Lisete que é de Campinas e sem dúvida, quando a gente ganha essa homenagem. Eu a reparto sem nenhum tipo de demagogia. Nessa repartição fico feliz com a minha família aqui estar, pessoas que tiveram comigo a possibilidade de serem os meus orientandos”.

Afinal de sua fala, Cortella citou a fala de Alfredinho e lembrou de sua trajetória simples e humilde. Ao evocar o educador Paulo Freire, o homenageado se emocionou. “Eu gosto de muita emoções e as falas de Lisete, do Bruno e do Giba me emocionaram bastante, mas o que mais emocionou foi lembrar a tua atitude, de uma humildade que a gente não acha necessária, no sentido que você a até dobrou o ombro na hora que falou. Eu fiquei imaginando e foi exatamente pra isso que Paulo Freire fez o que fez. Essa cidade mereceu Paulo Freire e Paulo Freire mereceu essa cidade, que se vivo tivesse, 19 de setembro, faria 94 anos (...) Eu acho que esse é o único momento que o cabra macho se emociona. Você conta que vem do Piauí, mas eu não posso não me emocionar de ver alguém que percorrer a sua trajetória e discursar como um vereador da cidade de São Paulo (...) Se um dia fosse vereador de São Paulo, eu ia te oferecer um titulo de cidadão paulistano”, destacou.

Presente na cerimonia, a professora titular do Departamento de Administração Escolar e Economia da Educação da FEUSP, Lisete Arelaro, reconheceu o mérito da homenagem ao filosofo.“Ele faz jus, portanto, ao prémio e ao reconhecimento que hoje aqui recebe. Parabéns, Mario. É um privilégio para mim e para essa plateia que estou junto aqui prestando essa homenagem a você. Eu iria terminar citando Paulo Freire por que sempre eu o fiz, mas hoje resolvi mudar, o momento é um pouco radical, então fui buscar em Che Guevara a frase: ‘Lutam melhor os que têm belos sonhos’”, concluiu a professora.

Breno Cortella representou a família do homenageado. O vereador de Araras, no interior de São Paulo, ressaltou o cuidado que seu tio tem por tudo o que faz. "Por nos ensinar a sua marca, cuidando de todos nós e da vida coletiva. Parabéns ao mais novo cidadão paulistano. Tio Mario, nós te amamos“, destacou.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais