Gestão Haddad: Hospitais Dia contribuem para diminuição da fila de cirurgias na capital

Compartilhar

 

O prefeito Fernando Haddad, acompanhado pelo secretário municipal de Saúde, Alexandre Padilha, visitou na manhã desta quinta-feira (5) o Hospital Dia Hora Certa de São Miguel Paulista, na zona leste da cidade. Com o intuito de ampliar o número de cirurgias realizadas na capital em 148%, a Prefeitura irá entregar até o final desta gestão 30 equipamentos de saúde como este, que já entrarão em operação com o centro cirúrgico em funcionamento. Atualmente, a rede conta com 13 unidades.

“Nós visitamos o Hospital Dia, que agora entra em uma fase nova. Daqui para o final do ano que vem nós vamos entrar em uma fase de correção na fila de cirurgias. Nós já resolvemos os problemas de exames, derrubamos a fila de exame, mas agora a gente está contratando profissionais parceiros e servidores públicos para derrubar a fila de cirurgias”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.

Localizado na Rua Professor Antonio Gama de Cerqueira, o Hospital Dia São Miguel da Rede Hora Certa conta com três centros cirúrgicos, cada um deles com capacidade de realizar 2.000 cirurgias por ano. Apenas nos meses de setembro e outubro deste ano, 320 procedimentos cirúrgicos foram realizados no local, sendo que no primeiro semestre deste ano foram 396.

A unidade passou por uma reforma para sua ampliação e foi entregue em janeiro deste ano. De acordo com o secretário Alexandre Padilha, um novo modelo de contratação adotado pela administração contribui para a ampliação dos procedimentos.

“Nós contratamos o pacote inteiro do diagnóstico, da cirurgia e do pós operatório. Quando isso acontece separado, muitas vezes o médico faz o diagnóstico, mas não consegue marcar a cirurgia. Isso dá mais velocidade aos atendimentos, combinando a ocupação dos espaços com essa unidade modular do Hospital Dia”, afirmou Padilha.

UPA Tito Lopes
O prefeito também esteve nas obras para a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Tito Lopes, localizada na Avenida Pires do Rio, na mesma região. A unidade terá 1.780 metros quadrados de área construída, 25 leitos de observação e capacidade para realizar 500 atendimentos diários.


“Aqui vai ter uma UPA, que vai aliviar o Tide Setúbal, o hospital que hoje tem como grande gargalo o pronto-atendimento. Então tudo aqui melhora, a cirurgia com o Hospital Dia, a Hora Certa, a UPA e o hospital. Você fecha um sistema de atendimento completo”, afirmou Haddad.

A obra conta com o investimento total de R$ 6,6 milhões, com recursos oriundos do Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e da administração municipal, para a desapropriação do terreno e complementação da obra.

“Essa obra estava esperando recursos do Ministério da Saúde, que foram depositados. Eles entram com R$ 3,6 milhões, mais 400 até o final da obra, e a gente entra com o terreno e com o complemento”, explicou o prefeito.

Com a prestação de serviços intermediários entre a UBS, PS e hospital, as UPAs são capacitadas para prestar atendimentos de urgências de média complexidade, como alterações de pressão arterial, febre, fraturas, cortes, queimaduras, infartos e o primeiro atendimento de casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC), que anteriormente seriam destinadas aos prontos-socorros.

As unidades funcionam 24 horas por dia e sete dias por semana, com classificação de risco. Ao chegar à unidade, o usuário é acolhido por uma equipe de enfermagem que avalia seu estado de saúde e prioriza o atendimento, de acordo com a urgência. As UPAs dispõem de exames laboratoriais, de raio-X, eletrocardiografia, atendimento pediátrico e leitos de observação.

Também participaram das visitas os secretários municipais Roberto Garibe (SIURB) e Nunzio Briguglio (Comunicação).

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais