Gestão Haddad inicia construção de CEU em São Miguel Paulista

Compartilhar

 

A Prefeitura iniciou nesta quarta-feira (9) a primeira fase de ampliação da Rede CEU, que construirá oito novos Centros Educacionais Unificados (CEUs) na Capital. A primeira unidade teve obras iniciadas nesta manhã, em São Miguel, na zona leste. A intervenção integrará centro esportivo, escolas municipais e novos equipamentos de cultura.

“O que nós vamos fazer para que isso se torne um verdadeiro CEU? Primeiro, as quadras, a EMEF [Escola Municipal de Ensino Fundamental] e a EMEI [Escola Municipal de Educação Infantil] vão ser inteiramente reformadas. Aí vai ter uma biblioteca, vamos ter piscinas cobertas aquecidas e piscina aberta, vai ter uma CEMEI [Centro Municipal de Educação Infantil], vai ter cinema e teatro, vai ter estúdio de gravação, salas de oficina cultural e um CRAS [Centro de Referência de Assistência Social]. Aí sim, nós vamos poder dizer que tem um CEU novo em São Miguel", afirmou Haddad.

O projeto Território CEU consiste na implantação de edifícios novos em equipamentos esportivos municipais ou outras áreas públicas subutilizadas. “Estamos comemorando a ordem de serviço na primeira etapa com oito CEUs e temos outros seis já licitados. É uma nova fase, de aproveitar equipamentos na cidade e conseguir uma melhor utilização para todos eles”, explicou o secretário Roberto Garibe (Infraestrutura Urbana e Obras).

Em São Miguel, o território incorporará a EMEF Almirante Pedro Frontin, o Clube da Comunidade Tide Setúbal, a EMEI Professora Helena de Paula Marin e o Centro Esportivo São Vicente. Terá no total 10.200 metros quadrados, com a construção de três pavimentos de 3.400 metros quadrados cada. Serão construídas também duas escolas, que atenderão 508 crianças de zero a cinco anos.

O equipamento beneficiará mais cerca de 1500 crianças de escolas do entorno em atividades no contraturno escolar. O prazo para construção é de cerca de um ano, com investimentos de mais de R$ 36 milhões.

“O CEU tem um sabor diferente porque conta com a intersetorialidade, com o olhar para a realidade do território, com a participação individual e coletiva. A marca da educação está instalada quando se une cultura, arte, esporte e assistência social. Isso é um jeito diferente de construir autonomia e, principalmente, autoria”, disse a secretária em exercício Emília Cipriano (Educação).

Expansão
A primeira fase do plano de expansão da rede CEU receberá investimentos de R$ 314 milhões. Nesta etapa serão construídas oito unidades, com a média de área de 11.500 metros quadrados cada uma. Os novos equipamentos serão instalados na Freguesia do Ó e no Parque Vila Maria, na zona norte, e no Tatuapé, no Jardim São Vicente, no Conjunto Habitacional Padre Manoel da Nóbrega, no Jardim São Pedro, em Itaquera e na Vila Alpina, na zona leste.


“Dos oito CEUs, sete deles são em equipamentos de esporte. Teremos em São Miguel e também nos centros esportivos da Freguesia do Ó, do Tatuapé, na Cohab José de Anchieta, na Vila Alpina, no Parque do Carmo e em Guaianases”, disse o secretário Celso Jatene (Esportes, Lazer e Recreação).

Atualmente, a cidade conta com 46 CEUs, todos equipados com quadras poliesportivas, playground, teatro, piscinas, bibliotecas, área de informática e espaços para oficinas. Estão planejadas mais três fases de obras, que totalizarão 21 novos CEUs na cidade.

A vice-prefeita Nádia Campeão e os secretários municipais Simão Pedro (Serviços), Fernando de Mello Franco (Desenvolvimento Urbano) e Luciana Temer (Assistência Social) acompanharam o evento.

 

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais