Vereador petista, Antonio Donato é reeleito presidente da Câmara de SP

Compartilhar

O vereador Antonio Donato (PT) foi reeleito nesta terça-feira (15/12) presidente da Câmara Municipal de São Paulo. O parlamentar, candidato único, recebeu 50 votos favoráveis e nenhum contrário.

Durante a votação, houve apenas 3 abstenções.

“Procuramos ter um trabalho de harmonizar a Casa, permitindo que a situação pudesse exercer a sua maioria, mas nos preocupando para que a oposição tivesse o seu espaço, colocando seus projetos e pontos de vista. Acho que conseguimos ter um trabalho harmônico”, explicou o presidente da Câmara.

Para ele, o projeto Câmara no Seu Bairro – iniciativa da atual Mesa Diretora com o objetivo de aproximar o cidadão dos parlamentares– o ajudou a ser reeleito à presidente. “A proposta foi abraçada por todos os vereadores e funcionou como um importante instrumento de interlocução com as lideranças de cada bairro”, acrescentou Donato.

O Câmara no Seu Bairro foi realizado nas 32 subprefeituras, onde os vereadores puderam ouvir a reivindicação de mais de 12 mil pessoas. “Acertamos ao fazer esse projeto e a população enxergou a Câmara como um canal para atingir seus objetivos”, declarou o reeleito.

Para o próximo ano, adiantou Donato, o projeto terá continuidade, mas com um formato diferente. “Em 2016 teremos temos um ano eleitoral, e da forma como foi concebido o Câmara no Seu Bairro não poderemos fazer porque precisamos ter alguns cuidados legais . No entanto, estamos conversando para ver como manteremos o contato constante com os cidadãos e com as regiões”, explicou.

O presidente da Câmara avaliou a gestão administrativa como “austera”. “Sabemos da crise econômica em que o país se encontra e a Câmara deveria dar a sua contribuição, economizando. Dos R$ 553 milhões que tínhamos, gastaremos R$ 490 milhões. Esse esforço de todos foi fundamental para que pudéssemos aportar R$ 50 milhões para as subprefeituras para atender as reivindicações apresentadas no Câmara no Seu Bairro”, declarou.

A expectativa de Donato é conduzir os trabalhos da mesma maneira. “Pretendemos conduzir os debates com a participação dos vereadores e cidadãos. Assim como fizemos neste ano com os projetos, como o Plano Municipal de Educação e o zoneamento. Tenho certeza que teremos essa nova mesa com a tarefa de harmonizar a Casa e permitir que ela produza para a cidade”, disse.

A Mesa Diretora atual composta pelos vereadores Edir Sales (PSD), Toninho Paiva (PR), Aurélio Nomura (PSDB), Paulo Frange (PTB), Eduardo Tuma (PSDB) e Noemi Nonato (Pros), que ocupam os cargos de 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, 1º secretário, 2º secretário, 1º suplente e 2º suplente, respectivamente.

 

Fonte: Imprensa PT-SP, com informações da Câmara de SP

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais