Gestão Haddad: São Paulo anuncia Circuito Cultural, com atrações gratuitas até julho

Compartilhar

 

 

O secretário municipal de Cultura de São Paulo, Nabil Bonduki apresentou hoje (23) programação, investimentos e objetivos do Circuito Municipal de Cultura, iniciado já no domingo (21), quando os sambistas Martinho da Vila e Mart’nália se apresentaram gratuitamente no Anhangabaú, no centro da capital paulista. Segundo o secretário, a jornada terá, até o fim de julho, mais de 3 mil atrações, em 130 espaços culturais, como o Centro Cultural São Paulo, CEUs e ruas abertas, incluindo a Avenida Paulista.

Além de muita música, o circuito incluirá espetáculos de teatro e dança, e uma programação específica para crianças. O orçamento calculado pela prefeitura é de R$ 9,5 milhões, sendo R$ 7 milhões da Secretaria Municipal de Cultura e R$ 2,5 milhões da Secretaria Municipal de Educação.

Durante a exposição, Nabil lembrou que a programação do Circuito não interfere nos grandes eventos da cidade e que o projeto supera a Virada Cultural, que centraliza os espetáculos musicais. “Teremos uma programação no ano inteiro, na cidade inteira, superando a antiga ideia de um grande esforço apenas para a Virada Cultural.”

Destaques na programação musical, o Circuito Municipal de Cultura tem apresentações já agendadas de Raimundos, Ratos do Porão, Nação Zumbi, Funk Como le Gusta, Tom Zé, Maria Gadu e Elza Soares, entre outros. Todos os shows serão gratuitos.

Ao todo, o Circuito Cultural envolverá 16 palcos externos infantis, sete adultos, cinco mostras de cinema, 20 apresentações de Choro no Mercado Municipal e 40 apresentações em ruas fechadas, incluindo a Avenida Paulista, além de programação nos 46 Centros Educacionais Unificados (CEUs) da cidade.
"Haverá programação também nas casas de cultura, que até 2014 ficavam subordinadas às subprefeituras. É interessante porque elas estão nos bairros e nas periferias, já que a maioria dos teatros e centros culturais está na região central", disse Nabil.

Para definir a programação, técnicos da Secretaria de Cultura realizaram reuniões com conselhos de bairros e com os núcleos culturais dos CEUs. Pelo menos 30% da curadoria do evento atendeu a demandas da comunidade.

A programação já pode ser conferida no hotsite do circuito. Clique aqui

 

Fonte: Sarah Fernandes, da Rede Brasil Atual

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais