Militantes da região do Jabaquara, Ipiranga, Saúde e Vila Mariana marcam presença em Plenária com Haddad

Compartilhar

A Caravana do PT na região de Vila Mariana, Jabaquara, Saúde e Ipiranga aconteceu neste sábado (12/03) no salão da paróquia São Judas em Jabaquara. Cerca de 400 militantes compareceram na plenária de prestação de contas com Haddad.  

Conquistas como a iluminação de Led para Heliópolis, a implantação de um território CEU na região e maior espaço para ouvi os movimentos populares foram destaques na fala da liderança de Ipiranga, Cleide Alves. Ela também ressaltou o trabalho de inclusão social que a gestão Haddad tem feito em relação às mulheres, a diversidade sexual e a população que mais precisa. “O primeiro lugar a receber iluminação de Led em São Paulo não foi a Avenida Paulista, o primeiro lugar foi Heliópolis”, afirma ela.

Haddad falou sobre os compromissos que assumiu durante a campanha eleitoral e que estão sendo realizados, como as faixas exclusivas e os corredores de ônibus, acabar com a máfia do ISS e da Controlar. “Nossas obras de drenagem, como a Ponte Baixa e o Córrego do Cordeiro, estão dando resultado no combate às enchentes, as chuvas que a cidade enfrentou na última semana não causou grandes alagamentos”, afirma o prefeito.

Na saúde, destacou ele que nenhum prefeito conseguiu dar andamento em três hospitais. Na educação, ele mencionou o recorde em criação de vagas nas escolas. “Foi inaugurada um nova creche a cada 3 dias, foram feitas mais de 2 creches por semana,  são 306 novos Centros de Educação Infantil em 3 anos. Na crise, nós trabalhamos em dobro”, afirma Haddad.

Além da prestação de contas da gestão Haddad para as regiões, após resolução da executiva municipal as caravanas também passaram a ter um caráter de defesa da democracia e do ex-presidente Lula. Durante a atividade, a maioria das intervenções dos participantes lembraram  a importância da unidade do partido e da mobilização para o grande ato no dia 18 de março, na avenida Paulista.

Os presidentes dos Diretórios Zonais da região Sudeste Jerson Flores, Nazareno da Silva “Buiu”, Carlos Giron e Carlos Costa compuseram a mesa e fizeram a abertura da atividade junto com o presidente do diretório Municipal Paulo Fiorilo.  

Entre as conquistas de Haddad na região, os presidentes dos DZs lembraram da construção dos CEIs (Centro de Educação Infantil), da implantação das faixas exclusivas, de ecopoto na região e a construção da UPA e  do Hospital Santa Marina. Também foram ressaltadas necessidades como a ampliação de investimentos para moradia popular.

Compareceram na plenária os parlamentares Devanir Ribeiro, Zico Prado, Carlos Zarattini, Jair Tatto, Paulo Reis; os membros da executiva municipal do PT Cleusa Garcia, Osvaldo Bezerra “Pipoca”, Cátia Cristina,  João Bravin,  Luiz Roque e Maria Rocha; os secretários Simão Pedro de Serviços; José Américo de Relações Governamentais; Denise Mota Dau de Política para as Mulheres, Roberto Garibe de Obras e Infraestrutura,  Vicente Trevas de Relações Institucionais, Eduardo Suplicy de Direitos Humanos; a subprefeita de Ipiranga Edna.

 

Habitação

Sobre a moradia, Haddad falou que a prefeitura comprou terrenos para destinar a habitação popular. Segundo ele mais de 380 milhões foram investidos em desapropriação, além de mais de 300 milhões das Operações Urbanas.  O lançamento do Minha Casa Minha Vida 3 ajudará a concretizar as ações de moradia na cidade.

Modo petista de governar

 “Se nos der dois mandatos, a cidade irá se transformar, a exemplo do que o PT fez com outras cidades como Belo Horizonte, Porto Alegre e a exemplo do que o governo Lula fez no país. Nós não queremos ganhar no grito, nós queremos ganhar no argumento”, falou Haddad que complementou, “quem sabe governar bem São Paulo é o Partido dos Trabalhadores. Fomos nós que fizemos mais pela saúde, educação e mobilidade quando governamos a cidade”, afirmou o prefeito.

Defesa de Lula

O prefeito Fernando Haddad falou sobre a importância da unidade do partido em defesa da dignidade do presidente Lula e declarou “Fui ministro da Educação no governo Lula por 7 anos. Administrei o orçamento de 100 bilhões, o dobro do orçamento da cidade de São Paulo e nunca recebi um telefone do ex-presidente para nomear alguém, nem para tratar de qualquer outra questão, se não de interesse público”, afirma ele que questionou “Porque alguém vai ocultar um patrimônio, se ele tem dinheiro para comprá-lo?”.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais