Gestão Haddad: UniCEU, a faculdade gratuita na rede municipal, matricula 8.800 pessoas

Compartilhar

 

 

A criação da Universidade nos Centros Educacionais Unificados (UniCEU), iniciada em 2013 pela Prefeitura de São Paulo, já beneficiou 8.817 pessoas, que se matricularam em cursos de ensino superior oferecidos gratuitamente pela Secretaria Municipal da Educação. A medida amplia as oportunidades para o paulistano mais pobre conseguir o primeiro diploma ou até se especializar, facilitando o ingresso no mercado de trabalho ou melhorando sua renda.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somente 12% dos paulistanos têm formação em Ensino Superior completa. Desde o início do trabalho, ainda como polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) do Governo Federal, até o início de 2015, foram oferecidas 301 edições de cursos, sendo 64 de aperfeiçoamento, 187 especializações, 40 licenciaturas e dez de bacharelado, como engenharias de Produção e de Computação.

A criação da rede faz parte de um projeto de transformar os CEUs em territórios transformadores das comunidades de seu entorno. Em dezembro do ano passado, a Prefeitura iniciou a construção de oito novos CEUs e, desde março deste ano, começou a implantar 20 novas salas públicas de cinema, sendo 15 delas nos equipamentos educacionais. As salas já estão em operação nos CEUs Butantã, Meninos e Jaçanã. “Todos os CEUs terão uma universidade, para que o jovem não pare de estudar no Ensino Médio. É muito importante que o jovem continue seus estudos, porque isso abre novos caminhos”, disse o prefeito Fernando Haddad, no CEU Jaçanã, nesta quarta-feira (13).

Atualmente, a UniCEU conta com 32 polos espalhados em todas as regiões da cidade. Os cursos da UniCEU são oferecidos em parceria com 14 grandes instituições públicas do Brasil, como a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Os cursos são no modelo de Educação à Distância (EaD), com a rotina comum de uma faculdade, com provas, trabalhos e planos de aulas. Para ingressar, o candidato deve ser aprovado no vestibular.

Novos convênios estão sendo fechados com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e, a partir de junho, novos cursos terão inscrições abertas, grande parte para licenciatura, o que dá ao cidadão a possibilidade de uma nova profissão: professor. O piso da categoria está sendo elevado para mais de R$ 3.550 até o fim deste ano e, com a reestruturação da carreira em âmbito municipal, iniciada em 2014, os professores da rede podem chegar à aposentadoria com vencimentos superiores a R$ 8 mil mensais. Atualmente, 5.662 alunos estão fazendo seus cursos gratuitamente, e mais de 200 já concluíram e estão com os diplomas nas mãos.

“No CEU Jaçanã, entre outros cursos, tem uma especialização em Educação Empreendedora. Esse curso da UniCEU está abrindo mentes neste momento do país, dando alternativas para as pessoas”, afirmou a coordenadora dos CEUs, Maria Cecília Carlini.

Apesar do sucesso da UniCEU, foram ofertadas 11.872 vagas neste período. “No começo, como era ainda pouco conhecida, sobravam vagas em muitos cursos, mas conforme as pessoas foram conhecendo mais e a divulgação foi aumentando, só tivemos cursos com vagas preenchidas nas últimas edições. Hoje, a UniCEU está consolidada e podemos atender ainda mais pessoas”, disse a assessora da diretoria da UniCEU, Valdirene Pires Floriano.

UniCEU
A UniCEU é uma parceria estratégica com o Governo Federal e as instituições de ensino superior públicas que visa ofertar qualificação profissional aos munícipes da cidade de São Paulo e região. Oferece ensino superior público, gratuito e de qualidade social.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Educação, implantou 32 Polos de Apoio Presencial, sendo 18 polos em 2013 e 14 polos em 2014, para oferta de cursos de licenciatura, aperfeiçoamento, bacharelado e pós-graduação, em parceria com o Ministério da Educação e a CAPES no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), na modalidade Educação à Distância. Funcionam atualmente 32 unidades da UniCEU, sediadas em 31 CEUs e na EMEF Gilberto Dupas, na Vila Nova Cachoeirinha.

A UniCEU é totalmente gratuita, mas para fazer os cursos é necessário passar por um processo seletivo. São cursos de Engenharia, Pedagogia, Matemática, Língua Portuguesa, Química, Física, Biologia, Educação Física e de pós-graduação em diversas áreas. As aulas são presenciais e à distância.

Cada unidade oferece infraestrutura física, tecnológica e pedagógica suficiente ao atendimento dos alunos matriculados na UniCEU. Nas unidades, acontecem os momentos presenciais, como avaliações, videoconferências, práticas laboratoriais, além do acompanhamento e orientação dos tutores. Cada unidade é composta, no mínimo, por secretaria acadêmica, sala de coordenação, sala de tutoria, laboratório de informática, biblioteca, web conferência, espaços de uso compartilhado e salas de aula.

Em 2015, por meio do Decreto nº 56.178, foi instituída a Rede UniCEU. Em 17 de março deste ano, foi emitido um novo Decreto (nº 56.877), para a implementação e multiplicação dos Polos de Apoio Presencial, que têm por objetivo a ampliação da oferta de cursos em São Paulo.

Veja as unidades ou polos da UniCEU na cidade de São Paulo

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais