19° Encontro do PT da Capital delibera sobre atuação eleitoral e programa de governo da próxima gestão Haddad

Compartilhar

 

O Diretório Municipal do PT-SP realizou no último sábado, dia 23, o 19° Encontro Municipal do PT-SP, na Uninove Barra Funda. O encontro aprovou diretrizes para o programa de governo, diretrizes de atuação legislativa, a política de alianças e a tática eleitoral. Também foram aprovadas as chapas majoritária e proporcional.  

Cerca de 450 pessoas, sendo a maioria delas delegados e delegadas indicados no Processo de Eleição Direta do PT (PED) 2013 marcaram presença e encheram o auditório.

Durante o encontro, o prefeito Fernando Haddad falou sobre a importância do partido e da sua candidatura no momento atual. Ressaltou que a militância precisa ter clareza e se apropriar das realizações na cidade.

“Pode escolher a área, nós fizemos mais do que qualquer governo. Nós estamos com queda de arrecadação devido à crise, e não tem uma área que a gente não tenha feito mais”, afirma o prefeito.

Segundo Haddad, além do recorde de vagas nas creches, a gestão acabou com a aprovação automática, criou universidades nos CEUs e vai terminar o mandato com a implantação de universidade em todas 46 unidades dos Centros de Educação Unificados. “O ProUni  foi um grande avanço, o Fies foi um grande avanço, e agora ter universidade pública próximo de casa, na periferia, será outro”, disse ele.

O pré-candidato a vice-prefeito Gabriel Chalita (PDT) também marcou presença no evento. Ele elogiou a atuação do prefeito e destacou: “Haddad assumiu a prefeitura em um momento complexo, difícil, mas com uma visão de fazer uma cidade voltada para todos. Essa é a marca de um governo popular, que gosta de gente. O Haddad tem um lado, que é o das pessoas que mais precisam”, afirma ele.

Além do presidente do PT da Capital, Paulo Fiorilo, da comissão executiva do Diretório Municipal do PT e do coordenador do programa de governo o deputado Vicente Cândido, o evento contou com a participação da vereadora Juliana Cardoso, dos vereadores Alfredinho, Paulo Reis, Senival Moura, Jair Tatto, Alessandro Guedis e o presidente da Câmara Municipal Antonio Donato. 

Também marcaram presença a secretária de Política para as Mulheres Denise Motta Dau; os secretários municipais de Governo Chico Macena; de Saúde Alexandre Padilha; do Trabalho Arthur Henrique; de Relações Governamentais José Américo e o ex-senador hoje pré-candidato a vereador Eduardo Suplicy.

Veja a versão atualizada:


Clique aqui e acesse as Diretrizes do Programa de Governo

Clique aqui e acesse as Diretrizes da Atuação Parlamentar

Clique aqui e acesse a Tática Eleitoral e Política de Alianças

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais