Vamos completar o ciclo para dar cara nova à cidade, pede Haddad

Compartilhar

 

 

No segundo dia de campanha, o prefeito Fernando Haddad foi à Sapopemba e destacou políticas que estão transformando São Paulo

 

Quinta-feira, 18 de agosto de 2016


São Paulo está se transformando em uma nova cidade: com bairros bem iluminados, internet sem fio pública e gratuita, trânsito melhor e mais acesso a saúde e educação. O prefeito e candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT), afirmou que é preciso continuar neste rumo e concluir este ciclo de mudanças iniciado em 2013 com mais quatro anos de gestão.

“Precisamos completar o ciclo de investimentos em São Paulo para dar uma cara nova para a cidade”, disse, em plenária na noite de quarta-feira (17), em Sapopemba, região Sudeste.

A campanha para as eleições municipais começou na terça-feira (16). Será um período curto, com 45 dias. Por isso, segundo o prefeito, os cidadãos devem saber tudo o que foi feito ao longo dos últimos três anos e meio para ajudar a informar a população.

“Vocês viram pouca propaganda da prefeitura na tevê, mas vocês viram o que está acontecendo”.

Até outubro, será o momento de “explicar para o povo o que a gente já fez para ter credibilidade para fazer mais”.

LED nos Bairros e Wifi Livre são exemplos de políticas que mudam a cidade, lembrou o prefeito. Com iluminação mais potente e internet, as praças se tornaram um local mais seguro e agradável para a população.

Sapopemba foi um dos primeiros bairros a receber o programa LED nos Bairros. Este tipo de iluminação vai chegar a toda cidade. Até 2019, São Paulo vai ser a primeira metrópole inteira iluminada a LED, disse Haddad.

Já o programa Wifi Livre colocou em funcionamento 120 locais, entre parques e praças, oferecendo conexão de 512 Kbps efetivos por usuário, para download e upload. Todos os 96 distritos da capital são atendidos pelo serviço.

Uma das mudanças da gestão é que todo CEU tem uma universidade pública. Com Universidade nos Centros Educacionais Unificados (UniCEU), Haddad levou ensino superior à periferia. “Isto é essencial para juventude”. No modelo oferecido, são dois dias de aula presencial, com ensino à distância no restante da carga horária.

A criação da UniCEU, iniciada em 2013 , já beneficiou 8.817 pessoas que se matricularam em cursos de ensino superior oferecidos gratuitamente pela Secretaria Municipal da Educação.

Em dezembro de 2015, a prefeitura iniciou a construção de oito novos CEUs e, desde março de 2016, começou a implantar 20 novas salas públicas de cinema, sendo 15 delas nos equipamentos educacionais. As salas já estão em operação nos CEUs Butantã, Meninos e Jaçanã.

Haddad afirmou que também que “em 2012, principal demanda, em plenárias, eram as creches”.

Foram abertas, toda semana, duas creches em São Paulo, com período de dez horas e cinco refeições para as crianças. “E não é merenda seca”, lembrou o prefeito.

“Eu falo pro (Gabriel) Chalita. Você precisa abrir creche mais rápido do que os casais fazem filho, e ele conseguiu. Ele e a Nádia (Campeão, vice-prefeira e Secretária da Educação) estão conseguindo”.

Haddad destacou o fim da aprovação automática no ensino na cidade, uma conquista de sua gestão. “Tirava o direito das crianças de aprender (…) demos para a escola a autonomia para escolher, e a escola quer o melhor para o aluno”. São Paulo oferece também as escola de tempo integral, com período de sete horas. São 110 unidades no município..

Na plenária, Haddad abordou também as melhorias na mobilidade, com duplicação das principais avenidas que ligam centro expandido à periferia e às cidades vizinhas, passe livre para estudantes, Bilhete Único Mensal, construção de corredores e faixas para ônibus.

Foto: João Valério

 

Fonte: Daniella Cambaúva da Agência PT de Notícias

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais