OPINIÃO: As razões da preferência dos brasileiros pelo PT

Compartilhar

 

Tudo ao contrário do que os formadores de opinião tentam impingir diariamente à população, imputando tudo que é de ruim ao PT e a sua participação e seu desempenho no governo

 
Por José Dirceu - Blog do Zé Dirceu Segunda-feira, 25 de março de 2013

Mais uma pesquisa, de novo do Instituto Datafolha, e o que ela aponta? A preferência de 29% dos eleitores pesquisados pela sigla PT; 55% dos brasileiros reconhecendo que o partido ajuda a presidenta da República, Dilma Rousseff, na sua gestão; 47% considerando que ajuda muito; e só 22% que ajuda um pouco ou não ajuda. Tudo ao contrário do que os formadores de opinião tentam impingir diariamente à população, imputando tudo que é de ruim ao PT e a sua participação e seu desempenho no governo.
A pesquisa indica, ainda, que 72% consideram o governo petista bom, número que não deixa dúvida do porquê do apoio à presidenta, a seu governo, ao PT, ao ex-presidente Lula e às suas duas administrações (2003-2010). Principalmente se considerarmos que o PSDB, o principal partido de oposição, tem a preferência de apenas 4,5% dos brasileiros que têm opção partidária; e o PMDB; 7,5%.
Vejam, após dois anos e três meses de mandato, a presidenta Dilma faz um governo ótimo ou bom para 65% dos brasileiros. Outros 27% classificam sua administração como regular. A avaliação negativa é de apenas 7%.
Pesquisas revelam confiança na economia e no governo
As pesquisa realizadas pela Datafolha nesses dias em geral revelam a confiança dos brasileiros e brasileiras na economia e no governo. Nada menos que 75% dos nossos patrícios acreditam que não correm risco de serem demitidos e 59% não têm medo de demissão. No tocante à economia, a pesquisa deste ano, comparada com a do ano passado, comprova o crescimento do otimismo em geral.
Antes 33% acreditavam que o desemprego iria diminuir; agora 41% acreditam que vai decrescer. No quesito poder de compra dos salários, no ano passado 39% dos brasileiros achavam que ia aumentar. Agora são 49% os acham que o poder de compra dos salários crescerá. E até mesmo a inflação: 13% achavam que ela iria diminuir. Pois agora, já são 18%. Entre os que achavam que ela iria aumentar, o número sofreu pequena queda: 45% no ano passado e 44% agora.
A situação econômica do país era aprovada por 44%; agora é por 51%. Ampliou-se também, e substancialmente, a percepção dos brasileiros quanto à importância do Brasil no mundo: eram 72% os que consideravam o Brasil muito importante no contexto internacional e o número subiu agora para agora 81%.
Tudo isto deixa a oposição e certa mídia enlouquecida, ao lado do dado de que para 76% do nosso povo o Brasil é um lugar bom ou ótimo para se viver. Em 2012 esse percentual era de 61%. São números que explicam a popularidade da presidenta e de seu governo e por que ela cresce em todas pesquisas espontâneas ou estimuladas.

 
 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais