Pedaladas que humanizam o trânsito

Compartilhar

Em janeiro fará dois anos que Márcia Prado morreu pedalando na Avenida Paulista, vítima da ignorância política e cultural. Se você estiver pensando: "O que ela estava fazendo pedalando na Paulista? Ali não é lugar de bicicleta...". Ela também é sua vítima.

Márcia foi mártir, virou ícone, é nome de rota que leva ciclistas de São Paulo ao litoral, sua memória é preservada em memorial para lembrar que o amor ao próximo no trânsito deve prevalecer sobre a pressa. Assim como ela, um ciclista morre a cada cinco dias no trânsito de São Paulo, pois são invisíveis. O Código de Trânsito garante o lugar da bicicleta na via, que considera infração grave deixar de reduzir a velocidade ao ultrapassar o ciclista e infração média passá-lo a menos de 1,5 m de distância lateral. Observações como estas salvariam vidas e deixariam o trânsito mais humano.

Um forte movimento cresce nos últimos anos no Brasil, principalmente em São Paulo, são os defensores dos direitos
dos ciclistas de pedalar com segurança e respeito. Alguns se consideram cidadãos que se juntam para lutar por uma qualidade de vida sustentável, utilizando a bicicleta como veículo em seu deslocamento urbano diário, outros são conhecidos como cicloativistas. São ferrenhos combatentes que reivindicam respeito e segurança a pedestres e pessoas que utilizam a bicicleta em seu dia a dia. É uma luta contra a violência no trânsito, contra políticas públicas que só priorizam o transporte motorizado individual e contra a falta de investimento do transporte coletivo.

Por isso, o cicloativismo cada dia ganha mais adeptos, mas também mais inimigos. Cada dia mais pessoas se juntam para pedir a humanização das ruas, com isso a tendência é ouvir, com mais frequência, a palavra bicicleta quando falarmos de mobilidade, sustentabilidade, convivência e urbanidade.

 

por: Chico Macena

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais