Do que depende uma ação que melhorará a vida da população? É só ter vontade política

Compartilhar
A estrada do M´Boi Mirim, que liga alguns bairros da região sul ao centro de São Paulo, tem sido assunto para grandes jornais impressos, sites de notícias, programas de rádio e televisão nos últimos meses, em virtude dos constantes transtornos provocados pela enorme concentração de carros, ônibus e caminhões que trafegam por ali. Para completar, hoje, 12, por volta de seis e meia da manhã uma adutora rompeu, na altura do número 700 da estrada e paralisou completamente o trânsito na região.

A situação só piora para quem mora na região de M´Boi Mirim. Com o acontecimento de hoje, cerca de 100 mil pessoas ficarão sem água enquanto durarem os trabalhos de reparo, que será realizado pela Sabesp. A empresa, que é responsável pelo abastecimento de água no estado, acenou com a possibilidade do serviço ser normalizado por volta de 18 horas.

Estamos quase na metade do ano de 2010 e residimos no principal estado do Brasil, uma das maiores economias, ou não? Certos problemas de estrutura urbana são claramente inadmissíveis, as questões relativas ao transporte da população que reside em áreas mais afastadas da região central devem ser obrigatoriamente solucionadas, afinal, a cidade de São Paulo têm orçamento para isso, ou não?

As cenas se repetem, pessoas caminhando apressadas, em direção aos seus trabalhos ou a avenidas com maior número de ônibus circulando, crianças indo para as escolas, mulheres, homens, crianças, enfim, é o caos do transporte público instalado e apresentado pelos veículos de comunicação todos os dias, contudo, o poder executivo da nossa cidade não se “sensibiliza”, não se move, as pessoas que são remuneradas, e bem, diga-se de passagem, para tratarem destas questões e apontar as soluções, nada fazem.

Ao analisarmos a situação dos moradores do M´Boi Mirim e região, percebemos algo que talvez seja determinante para justificar a lenta tratativa que a prefeitura dá ao problema, uma ação realmente eficaz não trará “retorno”, e é justamente aí que entra a estagnação. Por que hoje, infelizmente, para que algo seja realizado, vários pontos são analisados e a visibilidade da obra, da ação, sem dúvidas, é um deles, aliás, um dos principais.

Prometer é fácil, criar jingles irritantes que ficam na memória do eleitor também é fácil, aliás, por falar nisso, o prefeito da capital, Gilberto Kassab, anunciou no final do ano passado, que a verba destinada para publicidade oficial deste ano, prevista no projeto orçamentário da cidade, chegará a 105 milhões, valor superior à destinada para construção, ampliação e reformas de CÉUs e escolas de ensino fundamental.

Será que a prefeitura não poderia agir de maneira ativa nesta questão?

Realizar um trabalho concentrado entre os profissionais de transporte que ela dispõe, e colocar “a mão na massa” realmente, discutir soluções, ainda que a médio e longo prazo, como o metrô, mas que, todavia, decretem de uma vez por todas o fim desta situação calamitosa, ao invés de faixas reversivas, que só “tapam o sol com a peneira”.

Bem, ao que nos parece, o que falta realmente é vontade política e assim, o M´Boi Mirim continua com um sistema de transporte caótico.

 

Vereador Chico Macena

 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais