Paulo Cayres: Chega de intolerância! Não vai ter golpe!

Compartilhar

 

Mais uma vez, está na hora dos trabalhadores e das trabalhadoras tomarem as ruas para dar um basta às tentativas rasteiras de destruir a democracia em nosso país. Está na hora de dizer que não aceitamos intolerância, preconceito, ataque aos nossos direitos e retrocesso. Está na hora de reafirmar que a elite deste país precisa acatar o resultado da eleição de 2014 e que não permitiremos nenhum golpe contra os eleitos.

Cabe a nós, trabalhadores (as), ao lado das organizações estudantis, dos movimentos sociais e de todos aqueles que defendem a democracia, pedir respeito ao país e impedir o retrocesso demonstrado em cartazes estampados nos atos golpistas de domingo (16). Não é desse jeito que construiremos uma nação e asseguraremos direitos a todos e todas.

Ao longo da história, a classe trabalhadora sempre soube demonstrar, com consciência e respeito, como e por quê luta. E em momento algum, durante essa nossa longa jornada, fomos intolerantes, pedimos a morte de ninguém, ameaçamos ou desrespeitamos seres humanos.

Nunca apostamos no “quanto pior, melhor”, mesmo porque sabemos que o pior sobra sempre para um lado: os trabalhadores.

Nesta quinta-feira, dia 20, vamos ocupar mais uma vez as ruas do país, com manifestações em defesa da democracia, dos direitos dos trabalhadores, e de uma agenda nacional que privilegie o crescimento com desenvolvimento social.

Vamos mostrar que somos a maioria e que não admitimos que o Brasil continue sendo desrespeitado e ferido pela inconsequência daqueles que não respeitam o jogo democrático, daqueles que querem aumentar seus privilégios barrando a ascensão social, impedindo que os filhos dos trabalhadores possam cursar as mesmas universidades que seus filhos, que frequentem os mesmos shoppings e sentem ao lado deles nos aviões.

E vamos às ruas quantas vezes mais for necessário para não deixar que as conquistas obtidas sejam derrubadas e que nossas lideranças sejam atacadas.

Sabemos o que fazer e sabemos qual a nossa responsabilidade. As ruas são e sempre serão o nosso espaço para defender nossos direitos, nossa democracia e nosso país!

Dia 20 será mais um capítulo dessa nossa história de lutas e avanços. Nesse dia, vamos dizer mais uma vez: não vai ter golpe!


*Paulo Cayres é presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais