Por Joaquim Urias: Defender os avanços dos governos petistas

Compartilhar

 

“Uma mentira repetida mil vezes, torna-se verdade”-Joseph Goebbels

O PT passa atualmente por uma crise de credibilidade junto à população jamais vista na história do partido. É o momento de  descontruirmos as mentiras que nossos adversários tentam nos impingir. A mentira mais martelada na mídia e nas redes sociais é que o PT quebrou o Brasil e FHC deixou um legado positivo que Lula deu continuidade.

Segundo relatório do Fundo Monetário Internacional  o Brasil teve um extraordinário crescimento entre 2002 e 2014 que coloca o Brasil como uma das economias mais sólidas dos países em desenvolvimento.

Segundo o Banco Mundial o PIB do Brasil que era de 534 bilhões de dólares em 1994, caiu para 504 bilhões quando FHC deixou o governo, oito anos depois. Em 2013 o PIB

subiu para 2 trilhões e 300 bilhões de dólares, 400% a mais em dólares.Em 2015 o PIB fechou em  R$5 trilhões e 904 bilhões de reais.

Com a renda per capita ocorreu a mesma coisa.No lugar de crescer em oito anos, a renda per capita caiu de 3.426 dólares em 1994 para 2.810 dólares em 2002. No governo do PT foi de 2.810 dólares para 15.900 dólares no final de 2015.

O salário mínimo que em 1994 valia 108 dólares caiu para 81 dólares no final do governo FHC, para chegar atualmente em U$250(duzentos e cincoenta dólares).

As reservas monetárias que eram de 31.746 bilhões de dólares em 1994, chegou a 37.832 bilhões de dólares no final do governo FHC, se descontarmos a dívida de 40 bilhões de dólares para o FMI, as reservas ficaram negativo. Atualmente as reservas estão em 370 bilhões de dólares.

O Brasil é o quarto maior credor individual externo dos EUA.

O Investimento Estrangeiro Direto(IED) que foi de 16.950 bilhões de dólares, em 2002, subiu para 80.742 bilhões de dólares em 2013.

A dívida pública liquida, que apesar das privatizações dobrou no governo FHC, para quase 60% do PIB,  depois que o PT chegou ao poder caiu para 35%.Atualmente com a desvalorização do real está em 45%.

O Brasil , ocupa hoje, o 34º. lugar do mundo em dívida pública. Nossa dívida de cerca de U$800 bilhões, está bem abaixo dos países desenvolvidos Espanha(U$2,3 trilhões),Holanda (U$2,52 trilhões), Itália (U$2,65 trilhões), Japão (U$2,86 trilhões), China (U$3 trilhões), Alemanha (U$5,54 trilhões), França (U$5,75 trilhões), Inglaterra (U$9,59 trilhões) e Estados Unidos (U$ 17,75 trilhões).

A dívida externa caiu mais de 10 pontos percentuais nos últimos 10 anos, é a segunda mais baixa, depois da China, entre os países do G20.

O Brasil que em 2002 era a décima quarta economia do mundo, hoje ocupa o oitavo lugar.

O superávit primário (economia para pagar juros da dívida) entre 1995 e 2002 foi de 1,5% muito menor que os 2,98% da média de 2003 e 2013 nos governos Lula/Dilma.

Outra mentira que a mídia tenta passar como verdade, são as doações de campanha.

No quadro abaixo estão relacionadas as empresas envolvidas na Operação Lava Jato e o valor doado aos partidos em 2014. O PSDB praticamente recebeu a mesma quantia que o PT. Para o PSDB é doação para o PT é propina.

2014-FONTE TSE  VALOR DA DOAÇÃO  EMPRESA                                                         % TOTAL

                                 R$62.480.000,00       ANDRADE GUTIERREZ                             28%

                                 R$53.279.081,00       QUEIROZ GALVÃO                                   24%

                                 R$  1.500.000,00       CAMARGO CORREA                                    1%

                                 R$43.696.000,00       OAS                                                          20%

                                   R$  7.270.000,00        GALVÃO ENGENHARIA                                  3%

                                   R$18.475.000,00       UTC                                                         8%

                                 R$32.050.000,00       ODEBRECHT                                                   14%

                                 R$ 3.600.000,00         ENGEVIX                                                               2%

                                   R$     220.000,00         SETEL                                                       % 

TOTAL                      R$222.570.081,00                                                                     100%

_______________________________________________________________________

2014-FONTE TSE                                            VALOR DOADO AOS PARTIDOS

                                R$56.386.000,00         PARTIDO DOS TRABALHADORES               25%

                                R$53.730.000,00         PSDB-PARTIDO DA SOCIAL DEMOC.         24%

                                R$46.620.000,00         PMDB-PARTIDO DO MOV.DEM.BRAS.     21%

                                R$15.800.000,00         PSB-PARTIDO SOCIALISTA BRASILEI.          7%

                                R$12.100.000,00        DEM-DEMOCRATAS                                   5%

                                R$10.255.000,00                    PP-PARTIDO POPULAR                             5%

                                R$  7.139.000,00         PSD-PARTIDO SOCIAL DEMOCRATICO       3%

                                R$  6.850.000,00                    PR-PARTIDO DA REPUBLICA                      3%

                               R$  3.350.000,00         PDT-PARTIDO DEMOCRATICO BRAS.        2%

                                R$ 3.050.000,00         SD-SOLIDARIEDADE                                    1%

                                R$ 2.950.000,00          PTB-PARTIDO TRABALHISTA BRAS.            1%

                                  R$ 1.350.000,00          PSC-PARTIDO SOCIAL CRISTÃO                    1%

                               R$  1.050.000,00         PRB-PARTIDO REPUB.BRASILEIRO     

                               R$     600.000,00         PC do B- PARTIDO COMUM.DO BRAS.      

                               R$     500.000,00         PPS-PARTIDO POPULISTA SOCIALISTA

                               R$     440.000,00         PTN-PARTIDO TRABALHISTA NACIONAL

                               R$     300.000,00         PROS-PART.REP.DA ORDEM SOCIAL

                               R$     100.000,00         PV-PARTIDO VERDE

TOTAL                     R$222.570.081,00

                                                          

O desafio está posto, é obrigação de todos nós petistas, engajarmos e apoiarmos as manifestações organizadas pelos movimentos sociais e sindicais contra o golpe e em defesa da democracia. FORA TEMER!!!

Maio/2016-

Joaquim Urias - militante petista do DZ de Capela do Socorro

 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais