Por Nilto Tatto: Golpe na previdência

Compartilhar

 

 

A grande mídia está fazendo uma campanha de convencimento sobre a necessidade da reforma da previdência proposta pelo governo Temer. Não é informação, é campanha de convencimento. Aos poucos, vai garantindo a aceitação. A reforma passa a ser quase desejada pela população. 
 
Informação honesta, entretanto, falta. 
 
Não se fala que a conta correta da Seguridade Social é superavitária. Nem que o governo está deixando de repassar impostos, e desviando recursos para o pagamento de juros da dívida pública. É uma forma evidente de tirar dinheiro da população que mais precisa (os aposentados e beneficiários de assistência social) para garantir a remuneração de quem ganha dinheiro no sistema financeiro. 
 
A Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip) propõe que, ao invés de retirar direitos, o governo precisa ajustar as receitas, isso é, o dinheiro que entra na conta da previdência: melhorando a fiscalização, agilizando a cobrança de dívida ativa e reduzindo isenções.
 
Mas a campanha que a grande mídia vem fazendo quer convencer a população de que são os trabalhadores que têm que pagar esta conta. 
 
A motivação é clara: garantir que os setores mais privilegiados abocanhem fatias maiores do orçamento público.
 
Os resultados desta reforma da previdência são claros – miséria, aumento da vulnerabilidade social, e retração econômica nos pequenos municípios. Milhões de brasileiros e brasileiras perderão o direito de se aposentar.
 
Nilto Tatto é Deputado Federal pelo Partido dos Trabalhadores / SP

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais