Gestão da água por Alckmin é ruim ou péssima para 48%, diz Datafolha

Compartilhar

Para 48% dos moradores da capital paulista, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) tem feito uma ruim ou péssima gestão da crise hídrica em São Paulo, segundo pesquisa do Datafolha publicada nesta quarta-feira (4) pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

Além disso, para 84%, o governo tem omitido informações sobre a situação dos reservatórios e apenas 12% consideram transparentes as ações do governo paulista e da Sabesp em relação crise hídrica.

Muitos dos entrevistados também disseram ter sofrido problemas de desabastecimento.

A reprovação de quase metade dos paulistanos à forma como o tucano tem lidado com a seca nos reservatórios e a falta de água nas residências representa uma piora de dez pontos percentuais em relação ao levantamento anterior, feito em agosto de 2014, quando 38% reprovavam a gestão da crise.

À época, a crise nos reservatórios já era uma realidade, mas era minimizada pelo governador, então candidato à reeleição.

Apenas depois das eleições de outubro o governo passou a usar em algumas oportunidades o termo racionamento para as manobras de redução de pressão que reduzem a quantidade de água em regiões de São Paulo. Além disso, entre as duas pesquisas, a Sabesp aplicou dois reajustes de tarifa.

Em setembro deste ano, o governador tucano foi premiado pelo Congresso por suas ações na atual crise hídrica e disse considerar “merecida” a condecoração.

A pesquisa foi feita entre os dias 28 e 29 de outubro com 1.092 pessoas na capital paulista. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Fonte: Agência PT de Notícias, com informações da “Folha de S. Paulo” e do “G1”

Últimos artigos

Maurílio Araújo: Ainda podemos derrotar a reforma trabalhista!
quinta, 20 julho 2017, 20:51
    A lei no. 13.467/17, vulgo "reforma trabalhista", aprovada por um congresso composto em sua expressiva maioria por representantes patronais corruptos e sancionada por aquele que talvez seja o maior bandido golpista que já sentou ... Leia Mais
Por Antônio Donato e Paulo Fiorilo: Pacote de concessões é cheque em branco
quinta, 20 julho 2017, 20:48
  É chocante a superficialidade do artigo do secretário de Desestatização da Prefeitura de São Paulo. Wilson Poit, publicado na Folha em 5/7. Sem argumentos convincentes, o texto é pródigo em autoelogios, cheio de generalidades e... Leia Mais
Por João Bravin: Por que não formar uma Rede de Transmissão Democrática de Comunicação?
quinta, 06 julho 2017, 18:39
  Uma rede de esquerda, ampla, para contrapor à comunicação monopolizada da Rede Golpista de rádios, TVs e web. Resolvi escrever sobre um tema que é muito caro para a esquerda como um todo: a falta de comunicação com uma grande... Leia Mais
Por Nabil Bonduki: Será uma irresponsabilidade aprovar as privatizações de Doria no escuro
terça, 04 julho 2017, 19:45
  Você assinaria uma procuração para um gestor, por melhor que fosse, para vender, alugar ou conceder o patrimônio que você acumulou ao longo da vida, sem estabelecer condições, preço e destinação da receita obtida?Pois é isso... Leia Mais
Por Juliana Borges: SP, Um gestor que quer vender tudo vai gerir o que?
segunda, 03 julho 2017, 16:29
  Já na campanha eleitoral, João Dória Jr. demonstrava suas intenções de fazer da cidade de São Paulo um grande negócio. Ainda em Julho de 2016, em entrevista, o atual Prefeito defendia “uma onda de privatização de bens... Leia Mais